Entre relacionamentos superficiais, prefiro a solidão

10302239_10203399316483941_9030890092984910693_nSaímos algumas vezes, sem muito compromisso. Algumas bebidas, boa conversa regada de sorrisos. Um término como qualquer roteiro que dois amantes devem seguir: na cama. Recolho meu casaco e te deixo ali, deitado e perdido em um sono profundo. Prefiro me retirar de cena antes que amanheça.

A conversa durou alguns dias, mas nada tão empolgante como antes. Nossos compromissos nos afastaram para manter algo mais forte do que uma noite ou outra, vez em quando. Eu prefiro outros programas e você optou por sua rotina.

Ponto final da nossa curta história.

Ainda não entendo a cobrança da sociedade por estar acompanhado, por ter que se apaixonar logo de cara emendando um relacionamento sério. Compartilhamento de fotos, mudança de status e declarações melosas a todo instante nas redes sociais. Talvez eu seja a única que grave os melhores momentos na memória e não em selfies.

De vez em quando, eu me sinto anormal. Embora eu curta fotos, paixões e companhias, eu prefiro estar bem comigo própria para depois estar bem com o próximo. Nada adianta relações superficiais e vejo o mundo repleto desses relacionamentos.

Alguns momentos são eternos, memoráveis e inesquecíveis, mas nada dura para sempre. Eu posso me envolver com alguém por uma noite ou um final de semana ou alguns meses ou, até mesmo, por uma vida inteira, no entanto só valerá a pena se for verdadeiro.

Ninguém manda no outro e, às vezes, o destino prega algumas peças com a gente que o melhor é deixar a vida seguir. Não insista em amizades e/ou relacionamentos que servem apenas como vitrine para mostrar ao mundo que você está bem. Suportar a sua própria companhia é melhor aprendizado nessa vida, pois se consegue viver consigo mesmo, os outros te aguentarão.

E a solidão, caro amigo, faz bem de vez em quando. Entre relação superficiais, eu fico com a solidão, pois minha companhia ainda é agradável demais para mim. Se eu encontrar alguém legal e me apaixonar e ele não corresponder, o que eu farei, você me pergunta? Entre sofrer por que não deu certo, eu prefiro a lembrança de um amor vivido, ainda que não foi recíproco.

Anúncios

Sem rótulos

1932301_10203292903183675_1815845435658188216_nEm uma quinta-feira qualquer você me liga perto das nove horas da noite, querendo me ver para saber como está indo a semana. Eu sei que, assim como as outras, essa é mais uma das suas desculpas que começa com conversas e termina entre lençóis.

Sem concordar muito com os estereótipos dos relacionamentos hoje em dia, sei que o nosso ninguém iria entender. Uma relação livre, sem rótulos, sem tanto compromisso e uma cumplicidade leal que causa inveja em muitos casais. Não que os seus amigos ou a minha família concorde com o nosso compromisso, aliás, em você encontrei um comprometimento com a felicidade que não vi em nenhum namorado que já tive.

Você chega com um sorriso meio torto com receio de bater na porta, eu te observo no olho mágico. Te recebo de maneira quase discreta para disfarça minha alegria ao querer me ver no meio da semana. Já seu olhar não esconde a tentação que há entre nós dois em um apartamento e um vinho repleto de boas intenções.

Antes de amanhecer o dia por completo, a gente entende quando Cazuza diz que estamos, meu bem, por um triz pro dia nascer feliz. Você se despede avisando que voltará qualquer dia desses, eu te respondo que ficamos de visitar aquele barzinho recém inaugurado, você se anima e eu te abraço em despedida.

Não há o que se queixar da noite passada, além de ficar uma saudade que me visita de vez em quando. Logo se evanesce ao lembrar que temos uma relação repleta de muitas risadas, um vinho por acabar e beijos selados a nenhuma promessa de amor eterno. Apenas promessas de viver um amor naquele com compromisso de sermos felizes.

Um amor gris

10672419_10203184490153417_3908538001061866544_nEnquanto a chuva cai lá fora e o frio quase toma conta de mim por completo, eu escuto Djavan cantando e me aconselhando a ler um livro. Mas, como ele mesmo me diz, meu pensamento está em você. Apesar de toda cena poética, não me sinto feliz em fazer parte. Preferia um final feliz a essa dúvida que me consome. Aquele último olhar que trocamos em que nada foi dito, tudo foi deixado nas entrelinhas. E nas tentativas de interpretar a sua partida ou incerteza de permanecer, eu fico com a esperança de tudo que vivemos ter te tocado de alguma maneira. Aquela velha esperança de que o outro também sinta o mesmo fervor da paixão. O café já não está mais tão quente e nem me lembro do meu cigarro. Tudo me divide quando penso em você. Aquele seu sorriso bobo, meio sem jeito, com medo de se mostrar para a vida. A verdade é que eu preciso de um bom abraço para me aconchegar e esconder desse frio e da realidade lá fora. Quem sabe, um dia, o amanhã seja mais belo e o nosso amor mais colorido do que essas minhas dúvidas que deixam gris a nossa história.

Moça, não se culpe pelo machismo dele

Moça, não se culpe por usar roupas consideradas curtas. O seu estilo é você quem faz. Se ele te critica e julga seu caráter pelo tamanho do tecido que cobre seu corpo, saiba que ele observa se preocupa mais com o que os outros pensam ao invés de se interessar com quem você é de verdade.

Moça, não sinta vergonha por gostar de beber. Ainda que seja de vez em quando, como já repetiu milhares de vezes. Ele não pode te obrigar a beber o que os seus padrões lhe obrigam a seguir. Não se sinta mal por preferir relaxar com algumas doses de álcool a jogar conversa fora com a vizinha, como ele sugeriu.

Moça, não deixe que ele escolha sua profissão. Ninguém disse que engenharia foi feita somente para o homem. Quem vai trabalhar por 08 horas seguidas, ou até mais, vai ser você. O seu conhecimento e o prazer em exercer a profissão tão sonhada são seus e de mais ninguém.

10645095_10203070748869956_5755894827283869829_nMoça, faça mais amigos. Não se prive de conversar porque é alguém do sexo oposto ou alguém que te possa levar para o mau caminho. Ele não tem a concepção do quanto às pessoas podem te agregar valores com conhecimentos e experiências.

Moça, não siga tantas regras dele. Caso não sinta-se confortável, deixe-as de lado. Ninguém pode te obrigar a fazer algo que não seja da sua vontade. O respeito é admirável, mas quando é recíproco.

Moça, não se deixe calar. Sua voz é de tal importância para si própria e para a sociedade como um todo. Não vivemos mais em um mundo onde a mulher deve ser submissa ao outro. Não sinta vergonha em pedir ajuda. Antes ser socorrida a tempo do que perder toda uma vida por um capricho alheio e sem sentido dele.

Moça, não perca mais tempo. Se olhe no espelho e veja o quão valiosa é. Não acredite que é necessário viver sob um machista incurável que não lhe acrescenta em nada.

Moça, a culpa não é sua por ele pensar assim. Não pense que vai conseguir mudá-lo de ideia. Espero que não desperdice mais seus dias sendo tão vulnerável, afinal obedecer ideias retrógradas é pior do que qualquer prisão. Caso não se liberte, a culpa é sua.

Lembrança boa de você

meninaSentada em um banco desses de uma praça qualquer, com frio, eu me lembro de você. Na verdade, eu me lembro de nós ao ver um casal de velhinhos juntos andando de mãos dadas. Queria esquecer tantas coisas que vivemos juntos, mas ainda há um filme em minha mente.

Tantas promessas, em vão. Foi o que eu ouvi da minha mãe ao saber que a gente terminou. Sabe, no início, eu dei razão a ela. Seu sorriso e aquele olhar de cachorrinho pidão nas várias vezes em que falava do nosso futuro para depois se dissolveram em palavras levadas ao vento.

Hoje, eu não sinto mais raiva por você partir. O nosso romance foi lindo. No entanto, acabou. Ficaram as lembranças e a certeza de que eu vivi uma bela história de amor com você. Ainda que o final não tenha sido o tal de “felizes para sempre”, eu fui feliz em grande parte da nossa história.

Tenha a certeza que nunca deixarei de lado a Nutella com torrada no café da manhã e nem de ouvir Beatles em um belo domingo à tarde, pois algumas manias e referências me fizeram bem. No entanto, a raiva que tinha quando eu escutava There are place I remember all my life foi cessada. A música é linda e faz parte do que vivemos.

Espero que esteja feliz com suas escolhas. Eu ainda estou trilhando o caminho dos meus sonhos. Andando na velha linha tênue de viver o presente, lutar pelo futuro e saudar o passado. Passado este que você escreveu junto comigo um dos mais belos capítulos em minha vida.